quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Poema de Natal !!

Ora bem em véspera de noite de Natal, nada melhor que um poema para mostrar a alegria que é vivida por mim nesta quadra tão especial...


Natal no Pior Só D'Encomenda

"Em tempo de Natal...
Venha ao Pior só d'Encomenda,
O blog que tem tudo de especial,
Só não temos cuecas à venda...

Mas temos pijamas quentinhos...
De seda e flanela...
Só não temos mesmo as tais cuecas
Com cheirinho a canela...

Não temos cuecas de renda,
Nem tão pouco de fio-dental...
Estamos em tempo de crise...
"Puta que pariu" o Pai Natal...

Dizem que o Pai Natal,
Distribui presentes num trenó da treta,
Puxado pelas suas renas amigas,
Entre elas Rudolfo, "a rena rabeta"...

Mas isso não passa de pura ficção,
O Pai Natal é um maricas
E o Coelho da Páscoa um grande cabrão!!

Todos os anos recebemos peugas da raquete...
E lá ficam debaixo da árvore de Natal...
Não sei se mande mete-las no cu?
Será que me irão levar a mal?

Ass: Fábio Rocha

3 comentários:

Zé disse...

Lindo! até me vieram lágrimas aos olhos.

anna ritaa, ♥ disse...

sempre tiveste jeito para a coisa primo, devias era meter os outros poemas aqui Fábi (A)

haha, gostei ;)

jakinzinho disse...

tem jeito pa coisa o gaju!!! xD

Ainda bem q avizaste sobre as peugas so por causa disso ja não te do nada.